All Posts By

rodrigomacedo

Mercado Digital

Web Analytics: O que é? Tudo o que você precisa saber

Seja você é uma agência de e-commerce, profissional de marketing, designer, TI, finanças e etc. todos tem como objetivo querer encontrar respostas de maneira ágil e que nos auxilie na tomada de decisão de nossas estratégias. Sem dúvidas não podemos deixar o web analytics de lado, se você ainda não conhece e quer entender como esse método pode te ajudar a melhorar na otimização das suas campanhas em seu site e estratégias de marketing, neste artigo você conhecerá os princípios e passos para começar a utilizar em seu negócio.

O que é web analytics?

Web analytics nada mais é do que a análise feita com base em dados quantitativos e qualitativos. Existe uma citação que se encaixa perfeitamente feita por Avinash Kaushik.

Web Analytics é a análise dos dados qualitativos e quantitativos de seu site e dos concorrentes, para conduzir uma melhoria contínua na experiência online de seus clientes e dos clientes em potencial, o que se traduz nos resultados que você deseja online e offline.

Só para reforçar, web analytics não é Google Analytics e vice e versa.

Qual a importância do Web Analytics?

Com diversos projetos no qual atuei na utilização do web analytics em conjunto com as estratégias de marketing digital, a metodologia ajuda a tomar decisões mais assertivas tanto na escolha dos canais tráfego de aquisição, quanto na melhoria da usabilidade do site para proporcionar uma melhor experiência e também uma comunicação mais eficiente com nossos clientes. Esses são os principais benefícios para você aplicar em seu negócio:

  • Melhora na performance das campanhas;

  • Aumento do ROI e fidelização dos clientes;

  • Ajuda a tomar decisões mais assertivas;

Como é o processo de web analytics

Para ter um processo eficiente de web analytics no seu negócio, é muito importante entender que os dados não irão falar o que você deve fazer, e sim terão um papel importante para que você desenvolva insights e um plano de ação, por isso podemos resumir o processo de web analytics nas seguintes etapas:

  • Alinhe as metas e objetivo do seu negócio;

  • Desenvolva um plano de mensuração;

  • Escolha suas ferramentas de web analytics;

  • Faça a implementação correta das suas ferramentas de web analytics;

  • Crie modelos de análises;

  • Faça a análise dos dados quantitativos e qualitativos;

Alinhando as metas e objetivo do seu negócio

Muito antes de sair implementando ferramentas em seu site, você em conjunto com a sua equipe deve fazer a definição das metas e objetivo do seu negócio, por exemplo:

Você é uma loja virtual, lançou um novo plano de assinatura e tem o objetivo de atingir um faturamento de R$ 70 mil no período de 12 meses para esse produto, com base nisso foi traçada as seguintes metas de faturamento de R$ 5.833,00 mês. Alinhando essa informação é hora de partir para outro tópico.

Seu plano de mensuração

Bom, nós temos metas e objetivo, isso irá facilitar no seu plano de mensuração que nada mais é do que a seleção das métricas e KPI’s para acompanhamento dos resultados. Por se tratar de um novo produto de assinatura, você poderá selecionar, por exemplo: quantidade de novos assinantes, ticket médio dos novos assinantes, dados demográficos dos assinantes, receita recorrente mensal e etc.

Claro, mas as métricas citadas acima são as que influenciam diretamente no fator macro do seu negócio, mas quem está no dia a dia das estratégias poderá escolher outras métricas, como receita por canal e taxa de conversão por canal.

Escolhendo sua ferramenta de web analytics

Existem diversas ferramentas de web analytics no mercado, tanto para análise quantitativa quanto qualitativa. A que eu mais aconselho e mais famosa também é o próprio Google Analytics.

Implementando suas ferramentas

Esse é um ponto que você deve ter muito cuidado, pois qualquer implementação incorreta pode acarretar na criação de dados poluídos e que acabam impactando na tomada de decisão das suas estratégias, por isso se tiver dificuldade você pode tanto selecionar uma agência de web analytics ou contratar um bom profissional que entenda do assunto. Caso você deseje fazer essa implementação de forma autônoma, utilize ferramentas como o Google Tag Manager.

Modelos de análises facilitando seu diagnóstico

A criação de modelos analíticos são muito importantes, pois eles evitam a famosa “pane de tela” que é quando acessamos um determinado relatório ou ferramenta, mas nem sequer sabemos o que queremos encontrar ali, por isso você pode adotar um processo simples, respondendo às seguintes perguntas, como:

  • No momento qual a sua dúvida?

Exemplo: Quero saber quais são os canais estão mais gerando vendas para o meu negócio.

  • Onde você encontra essa resposta?

Exemplo: Encontro no relatório de aquisição do Google Analytics.

  • No momento qual a sua dúvida?

Exemplo: Canal que apresenta maior resultado são as campanhas do Google Adwords e o que possui menor volume de vendas é o Facebook?

  • O que você fará com esse dado?

Exemplo: Irei direcionar mais investimentos para o Google Adwords?

Com essas simples respostas, você pode começar a ir modelando os seus relatórios para agilizar o seu tempo de trabalho quanto na agilidade de elaborar um plano de ação.

Minha regra é não entre no Google Analytics se você não tiver dúvidas e nem utilizará os dados para tomar uma decisão.

Fazendo as análises dos dados

É muito importante que as análises não são apenas criação de relatórios, e sim interpretação de informações para elaboração de um plano de ação. Também é legal de analisar os seus dados com base no que é apresentado no livro web analytics 2.0 que é o modelo Trinity que basicamente é o foco em três elementos críticos, sendo eles: experiência, comportamento e resultados.

Espero que esse conteúdo tenha te ajudado, qualquer dúvida, deixe o seu comentário.

Educação

Como melhorar seu português

Falar é geralmente a fraqueza número 1 para todos os alunos que querem falar bem o português.

Esta é uma questão comum entre quem está estudando idiomas em toda a parte.

A razão para isso é óbvia: quando os alunos de línguas começam a aprender uma língua, eles geralmente começam com a leitura.

Eles leem artigos, livros, informações sobre aplicativos e assim por diante. Se eles fazem uma aula, eles gastam 20% de seu tempo repetindo palavras, e 80% do tempo lendo o livro, fazendo trabalhos de casa ou apenas ouvindo um professor.

Então, se você passar a maior parte do seu tempo lendo em vez de falar, você pode ficar melhor na leitura, mas suas habilidades de fala nunca crescem. Ficas melhor naquilo em que te concentras.

Então, se você quer melhorar suas habilidades de fala, você precisa gastar mais do seu tempo de estudo em falar. Aqui estão cinco dicas para ajudá-lo a começar:

Leia em voz alta

Se estás a ouvir uma lição e a ler, lê em voz alta. Então re-leia e acelere o seu ritmo.

Faz isto vezes sem conta até falares mais depressa. Tente o seu melhor para pronunciar as palavras corretamente, mas não fique obcecado com isso. Leia rapidamente, coloque alguma inflexão nas frases. Ler em voz alta ajuda a treinar os músculos de sua boca e diafragma para produzir palavras e sons desconhecidos.

Prepare as coisas para dizer antes do tempo

Como você pode saber por experiência, a maioria dos alunos ficam sem nada para dizer.

Mas, se você preparar linhas antes do tempo, você não estará sem palavras em conversas. Isso vai ajudá-lo não só a aprender a dizer as palavras, mas como dizê-las no contexto certo. Uma boa maneira de se preparar antes das conversas é com a nossa série Top 25 perguntas, que lhe ensina como fazer as perguntas mais comuns de conversação, e como respondê-las, em português.

Você também pode melhorar sua gramática e também sua capacidade de fazer redação através de sites específicos como o Blog Redação.

Repita os diálogos enquanto os ouve

Repetir os diálogos é uma ferramenta extremamente útil para aumentar a fluência, bem como melhorar o seu sotaque e capacidade de ser compreendido.

Também ajuda a criar todas as conexões neurais em seu cérebro para produzir essas palavras e frases de forma rápida e precisa, sem ter que pensar sobre isso.

Além disso, como mencionado acima, ajuda também a desenvolver a memória muscular em todas as partes físicas responsáveis pela produção desses sons.

Dependendo do que são as suas línguas primárias e alvo, é muito provável que haja muitos sons que a sua boca não está habituada a produzir. Esta técnica pode ser feita, por exemplo, quando assistir programas de TV ou filmes ou ouvir música.

Cada uma das nossas lições começa com um diálogo. Tente seguir a conversa linha a linha, e você estará dominando em pouco tempo.

Não tenha medo de cometer erros

Talvez, ficasse surpreendido com quantas pessoas tentam evitar falar!

Quanto mais você fala, mais rápido você aprende – e é por isso que você está aprendendo português. Pratique falar sempre que puder: seja pedir café, fazer compras ou pedir indicações.

Negócios

Como ser mais produtivo no trabalho

Como-fazer-um-plano-de-operacoesMuitos de nós queixamo-nos muitas vezes de não termos tempo suficiente para todas as coisas que precisamos de fazer. Estamos demasiado ocupados a fazer recados, a preencher listas de verificação, a responder a e-mails, a assistir a reuniões, a apagar incêndios, ao mesmo tempo que tentamos conciliar inúmeros projetos e tarefas ao mesmo tempo.

Se você é um empreendedor, sem dúvida que estamos muito ocupados com todo tipo de coisas. Mas se estamos tão ocupados então porque é que muitas vezes sentimos que nunca há tempo suficiente durante todo o dia para fazer tudo?

Muitas vezes nos sentimos assim porque nos concentramos nas coisas erradas. Supomos que estar” ocupado “significa que estamos sendo produtivos”. Mas isso não podia estar mais longe da verdade.

Muitas pessoas passam muito tempo ao longo do dia sendo “falsamente” ocupadas.

Estar falsamente ocupado significa que você está se concentrando em tarefas irrelevantes, atividades insignificantes, assuntos desnecessários urgentes que você realmente não precisa dar nenhuma atenção, e todas as pequenas coisas que não importam a longo prazo. Em suma, você está gastando tempo em atividades que não estão alinhadas com seus maiores objetivos e propósito da vida.

O que é estar falsamente ocupado

As pessoas que estão falsamente ocupadas estão muitas vezes pensando demais e planejando demais o que devem fazer, em vez de fazer o que precisa ser feito.

Eles estão constantemente organizando e reorganizando as coisas para o conteúdo de seu coração sem nunca perceber que o que eles estão fazendo é muitas vezes desnecessário e perturbador. Eles simplesmente não entendem o impacto que suas escolhas e decisões atuais terão em seus resultados futuros.

Estar ocupado dá às pessoas um falso sentido de propósito e significado. Eles sentem como se estivessem sendo produtivos, mas na realidade eles estão simplesmente presos em padrões muito limitantes de comportamento que muitas vezes levam a níveis mais elevados de estresse, ansiedade, esmagamento, frustração e fadiga emocional. A vida se torna uma luta sem fim-muito parecido com tentar perseguir um trem que há muito deixou a estação.

O trem nesta analogia é o veículo que vai ajudá-los a chegar ao seu destino desejado. Mas porque eles utilizam seu tempo de forma ineficaz, eles nunca são capazes de embarcar no trem para tirar vantagem de sua velocidade acelerada e momento. Eventualmente, a longo prazo, tudo o que perseguir os desgasta e os objetivos que eles próprios fixam tornam-se nada mais do que memórias fugazes de dias passados.

“Simplesmente não havia tempo suficiente para alcançar o que eu queria alcançar”, dizem muitas vezes a si mesmos.

A realidade é que não houve tempo suficiente porque eles se concentraram nas coisas erradas que tornaram a jornada em direção ao seu objetivo muito mais difícil do que deveria ter sido. Se ao menos eles percebessem que concentrar-se nas coisas certas da maneira certa poderia ter resolvido o seu dilema.

O que significa estar genuinamente ocupado

Estar realmente ocupado significa que você está fazendo algo que é importante e valioso. Isso significa que você está se concentrando em aproveitar ao máximo o seu tempo, gastando esse tempo nas atividades de maior prioridade que irá fornecer-lhe o mais alto valor de longo prazo e resultados com base em seus objetivos primários e objetivos da vida.

No entanto, para trabalhar de forma mais inteligente, você deve primeiro identificar como essas atividades de alta prioridade realmente se parecem.

Só estou ocupado.

Tomar decisões com base nas suas maiores prioridades
Estabelecer prioridades significa que estamos a trabalhar nas coisas certas no momento certo, pelo tempo certo e pelas razões certas. Sim, está tudo bem, mas como é que se mede estas variáveis?

Em primeiro lugar, você precisa reconhecer o que já está trabalhando em sua vida dentro de sua rotina e cronograma atual. Para fazer isso, pergunte a si mesmo:

  • O que está a funcionar para mim?
  • O que estou a fazer bem para obter bons resultados?
  • Como poderia gastar mais tempo nestas coisas?

Também é útil saber a diferença entre o que é importante, o que é necessário e o que é desnecessário. Esta distinção ajudá-lo-á a organizar melhor as suas prioridades.

As coisas mais importantes são as coisas que devem ser feitas porque eles têm os mais altos pagamentos de longo prazo. Por esta mesma razão é importante perguntar-se consistentemente:

O que devo fazer hoje?

No segundo nível, há coisas que podem não ser importantes, mas que são um pouco necessárias. Estas coisas têm baixos pagamentos a longo prazo, mas elevados pagamentos a curto prazo.

Elas são as coisas que você sabe que devem ser feitas porque elas ajudam a manter as coisas em andamento a curto prazo, enquanto você trabalha em suas atividades de maior prioridade. Pergunte a si mesmo.

Religião

Deus não está morto

Algumas pessoas estão dizendo e afirmando com toda a certeza que Deus não está morto, e isso gera muita incerteza para muitas pessoas.

É claro que pensar isso deve ser motivo de reflexão, mas mais do que isso, é motivo de ação para todas as pessoas.

Ter a certeza de que Deus não está morto certamente é para ser algo transformador na realidade de todos.

Isso porque se de fato ele está, precisamos tomar mais cuidado com o que fazemos e da forma como fazemos.

Isso inclui uma série de práticas que nós temos no nosso dia a dia e também outras tantas coisas que temos que fazer.

Cada uma delas tem uma importância para o seguimento de nossa vida e todas, no fim das contas, garantem nossa salvação.

Por isso vamos trazer para a discussão o fato de que Deus não está morto, e que isso é preciso, para que tomemos nossas decisões de maneira mais alerta.

Tudo o que fazemos de fato é e deve ser com base em ensinamentos que recebemos durante toda a nossa vida.

Tais ensinamentos são importantes e garantem toda a convivência e também obediência ao que nos foi passado.

A seguir vamos falar sobre tudo o que é importante para mudar também para garantir essa vida que segue conosco em todos os lugares.

Como ter certeza de que Deus não está morto

Afirmar que Deus não está morto de fato não é lá uma tarefa das mais fáceis, mas é a mais pura verdade.

Se você avaliar as escrituras, vai ver que Ele enviou Jesus, como forma de estar presente no nosso meio.

Antes disso, ele garantiu sua presença por meio dos ensinamentos e testamentos, através dos profetas que viveram.

Dessa forma, ele esteve sempre presente em nossas realidades ao longo do tempo, e nunca nos abandonou.

Por isso, é muito certo afirmar que Ele não está morto, com garantias de que está sempre em nosso cotidiano.

Além disso, o próprio Jesus disse que ao subir aos céus, enviaria o Espírito Santo que estaria a guiar as nossas vidas.

Isso por si só já é uma garantia e também um sinal de que muitos não se atentam muito e acabam esquecendo.

A volta no caso, não seria em um corpo físico ou em uma matéria, algo concentrado que pudesse ser encontrado externamente.

A ideia é justamente dar a certeza de que o Espírito estaria presente em todos aqueles que acreditam em sua força e sua existência.

No entanto, isso não é suficiente, mas também é preciso que você siga todos os seus ensinamentos, e podemos a partir disso afirmar que Deus não está morto.

Por isso devemos estar atentos com nossos atos e ter a certeza de que Ele está sempre conosco, para que possamos nos convencer desse fato.

Somente assim podemos dar outro sentido a nossa vida, através de mudanças de comportamento e melhoria na nossa qualidade de vida.

Convencendo outras pessoas

Sabendo que Deus não está morto, é preciso que você tenha em mente convencer outras pessoas de que isso é verdade.

Não é uma tarefa fácil, e você tem que contar de fato com os próprios exemplos para que outras pessoas passem a acreditar.

Os argumentos trazidos anteriormente são suficientes para que você consiga se convencer e um primeiro passo para convencer outros.

Através desse ponto é provável que você encontre dificuldades no início, mas quanto mais natural você for, mais convincente será.

Além disso não é preciso que um esforço sobrenatural seja feito, afinal, a fé é absoluta e deve guiar o pensamento de todos.

Atenção com sua própria vida

Por este motivo é preciso que você tenha atenção com a própria vida e possa então ter maior atenção com todos os comportamentos.

Não adianta tentar convencer outras pessoas do que nem você acredita, e isso é que faz toda a diferença do que é de fato preciso.

Assim não é recomendado que procure convencer outros de que Deus não está morto se você não muda as próprias atitudes.

Através da mudança dessas atitudes você pode ter um maior aproveitamento de todos os outros indicadores de fato.

A partir de uma mudança em sua realidade, você pode partir para a mudança de outros que também precisam.

Mude suas ações

Se você não muda, não tem como transformar outras realidades,pois Jesus está voltando, e entender isso é um dos principais pontos.

A sua realidade demanda de outras necessidades enquanto outros precisam de diferentes tipos de estímulos, e isso é natural.

O que vai fazer diferença é como você vai conseguindo ter o manejo da própria vida e como pode transformar suas ações.

Elas é quem vão dizer finalmente quem você é e o que se propõe, sem que precise falar muito.

Assim, suas ações devem falar por si só e devem também dar uma maior sustentação para outras pessoas fazerem o mesmo.

Melhore seus relacionamentos

A mudança de relacionamentos é totalmente necessária pra que você possa afirmar de fato que Deus não está morto.

Afinal, não tem como dizer tal coisa se você ainda insiste em tratar mal pessoas que estão ao seu redor.

Portanto, é necessário que você possa ter maior controle de tudo isso e tenha também uma relação melhor com todos.

Destratar alguém é algo que sem dúvidas desconfirma a volta Dele, e coloca por terra tudo o que você tem dito.

Somente com novas atitudes com os outros, que eles podem enxergar que de fato Deus não está morto.

Busque uma vida melhor

Melhorar a sua relação e suas atitudes são de fato estratégias importantes, mas também é preciso ser mais atencioso consigo mesmo.

Ter uma vida melhor é um passo que faz toda a diferença e isso inclui todos os setores de sua vida.

Desde o aproveitamento com relação ao conhecimento e trabalho de si próprio até pontos mais cruciais e complexos.

Mudando sua vida você pode ser a prova de que Deus não está morto e pode convencer a todos disso com toda a certeza.

Saúde

Como escolher nomes para seus Pets

Se você está pensando em adotar um cachorrinho para alegrar a sua casa já deve ir pensando em algum nome para chama-lo. A escolha do nome do seu animalzinho é muito importante, pois como ele ficará permanente na sua residência o nome dele deve ser fácil de ser lembrado e de ser entendido.

Porém, é muito as pessoas logo de inicio não saberem como escolher nomes para pet e por conta disso demora algum tempo para encontrar o nome ideal para o seu amiguinho peludo. Se você também não sabe como fazer isso observe o que pode fazer.

Depois de observe essas dicas você aprendeu como escolher nomes para pet, portanto sigas essas dicas para encontrar o nome ideal para o seu novo amiguinho.

Dicas para escolher nomes para pet

Selecionamos algumas dicas que podem ajudar bastante na escolha do nome do seu novo amiguinho. Você também pode usar dicionário de nomes e significados para a escolha. 

Observe abaixo:

Não coloque nome logo no primeiro dia

Assim que o cachorrinho estiver na sua residência não arrisque colocar um nome logo no primeiro dia ou no primeiro mês. Conheça primeiro a personalidade do pet para “batiza-lo” com um nome que combine perfeitamente com a sua personalidade, por exemplo, um cachorro mais brincalhão ou mais sério.

Converse com algumas pessoas

Para você saber como escolher nomes para pet converse com outras pessoas que já tem animais em casa para que elas possam dar sugestões. Além dessas pessoas converse também com os seus familiares e com as pessoas que moram com você para escolher o nome do animalzinho.

Use nomes próprios

O seu animal de estimação precisar ter um nome próprio, por isso é importante não usar o nome de alguém próximo de você, por exemplo, o nome do seu chefe ou de algum vizinho pode ser divertido chamar o cachorro com o nome de alguém, porém até a pessoa descobrir.

Combinação dos nomes dos donos

A combinação dos nomes dos donos é uma forma para escolher o nome do seu cachorro, por exemplo, se o seu nome é João e o da sua esposa é Ana Paula, o nome Joana pode ser ótimo caso o seu bichinho de estimação seja uma cachorrinha.

Não use nomes comuns

Evitar os nomes comuns é muito importante, pois quando você sair para passear com o seu cachorro pela a rua ele poderá se confundir com nome de outro cachorro.

Por isso, opte por nomes criados por você ou nomes que não são comuns em animais.

Evitar nomes longos

Evitar os nomes longos é muito importante, pois quando o nome é grande pode ser difícil para animal aprender que aquele nome é o seu. Os nomes mais curtos são ótimos para o seu cãozinho aprender mais rápido.

Negócios

Vantagens em contratar o rastreador Suhai

Você já ouviu falar do rastreador Suhai? A empresa oferece cinco tipos de equipamentos diferentes que se adequam a facilidade do cliente. O mais legal é que você pode agendar a instalação do seu aparelho pelo próprio site e a corporação oferece vantagens exclusivas visto que o mesmo faz parte de um plano em conjunto com o seu seguro automotivo. Quer saber mais? Vem com a gente.

Sobre a Suhai

Foi criada em 1991 e é considerada uma das maiores empresas de segurança pessoal do Brasil. Com uma equipe altamente qualificada aproveitou a oportunidade para fundar uma seguradora que tem o objetivo de atender clientes que possuem carros e motos, que não conseguiam ser atendidos os outras seguradoras devido à intensidade de sinistros pertencentes aos seus veículos.

Tendo isso em vista, a seguradora Suhai despontou em 2012, ofertando seguros especiais, como o específico de roubo e furto. Essa cobertura serve para todos os modelos de carros ou motos. Dessa maneira a vantagem econômica para os clientes é garantida e a solução parece ser a mais eficaz devido à segurança e preço justo para a proteção do seu automóvel.

A principal missão da empresa é promover satisfação aos seus clientes por meio de coberturas essenciais, sem o risco de pagar mais do que é oferecido.

Sobre o rastreador Suhai

Antes de contratar o seu rastreador, é importante ficar atento a algumas informações fundamentais. O primeiro passo é falar um pouco do seu veículo para o profissional, ele indicará o tipo de equipamento certo para as suas necessidades. Atualmente existem vários modelos disponíveis no mercado. Por esse motivo instalação do aparelho varia de acordo com suas determinadas funções, modelo do veículo e por último, mas não menos importante: Região de circulação.

Por questões de segurança também não é permitido que o proprietário do automóvel acompanhe a instalação do equipamento. Isso porque o mesmo será fixado em um local que não seja visível, pode ser em qualquer lugar do automóvel, dessa forma ficará mais difícil de ele ser desativado em caso de roubo ou furto. A maioria das empresas de equipamentos de segurança mantém esse hábito pela preocupação com seus clientes.

Vale lembrar que ao contrário do que muitos pensam, a instalação de um rastreador não interfere em absolutamente nada na mecânica do veículo. Todo o processo é realizado por profissionais qualificados e altamente preparados para realizarem esse tipo de manutenção.

Ao contratar um rastreador você também não perderá a garantia de fábrica do seu veículo, visto que os equipamentos Suhai são todos autorizados pelas principais montadoras do país, sendo assim, não interferem de maneira alguma na garantia dos veículos. Além de todos esses benefícios, o rastreador funciona em todo o território brasileiro.

Vantagens de contratar meu rastreador Suhai?

Entre os benefícios dos planos de seguro:

  • Garantia de indenização
  • Cobre veículos de todas as marcas e modelos
  • Indenização pela FIPE
  • Sem burocracia
  • Parcelamento em até 12 vezes.

A assistência técnica e suporte ao cliente também fica disponível 24 horas em todo o país. Tais serviços podem ser consultados:

  • Chaveiro
  • Quando não houver possibilidade de reparo no local, o veículo é rebocado por meio de uma equipe especializada
  • Transporte do motorista e passageiros até suas residências em caso de furto e roubo do veículo
  • Troca de pneus

E aí vai ficar fora dessa? Contrate já seu rastreador Suhai e desfrute da segurança no seu dia a dia. Lembre-se que a decisão poderá afetar positivamente seu orçamento, visto que a preocupação com os prejuízos financeiros não será mais o principal problema. Faça já sua cotação pelo site e adquira um dos melhores equipamentos de segurança do Brasil.

Saúde

Impotência / disfunção erétil

Impotência sexual masculina ou disfunção erétil é a incapacidade persistente de atingir ou manter uma ereção que permita uma relação sexual satisfatória.

Deve ser diferenciado de outros problemas sexuais, como falta de desejo, alterações da ejaculação (ejaculação precoce, ejaculação retardada e ausência de ejaculação) ou distúrbios do orgasmo.

A impotência ou disfunção erétil é uma doença frequente que, se não for tratada, pode afetar as relações com o casal, a família, o trabalho e o meio social. Todos os homens podem ter problemas para ter uma ereção em sua vida, especialmente se estiverem cansados, tiverem stress, uma doença grave ou estiverem sob a influência de álcool e drogas.

Causas

Impotência ou disfunção erétil podem ser causadas por:

Causas psicológicas

Nestes casos, o pênis não apresenta qualquer alteração física, no entanto, doenças como a ansiedade (muitas vezes causada pelo medo de não conseguir uma ereção ou fraudar as mulheres), depressão , problemas com o casal e até mesmo estresse Eles podem afetar o ato sexual.

Também a preocupação excessiva com problemas de trabalho, sociais ou familiares significa que a atenção necessária não é dedicada ao ato sexual. Fadiga, falta de apetite, falta de exercício, insônia ou insucesso no trabalho também desequilibram os reflexos sexuais.

Causas vasculares

Esse cara é muito comum. O pênis não pode acumular o sangue necessário para uma ereção, geralmente porque não chega em quantidade suficiente. Fumar , hipertensão arterial , diabetes , algumas doenças cardíacas e aumento dos níveis de colesterol no sangue podem causar distúrbios vasculares que dificultam a ereção.

Causas neurológicas

Nestes casos, há uma interrupção na transferência de mensagens do cérebro para o pênis, porque há uma lesão nos nervos envolvidos. Isso ocorre com lesões na medula espinhal, esclerose múltipla ou após alguns procedimentos cirúrgicos na pelve.

Causas hormonais

Eles são raros. Eles são geralmente devido a uma falta de hormônios sexuais masculinos.

Causas farmacológicas

Existem vários medicamentos que têm como efeito colateral diminuir a capacidade de ter uma ereção. Entre eles estão algumas drogas para tratar hipertensão, doenças cardíacas e transtornos psiquiátricos.

Sintomas

O principal sintoma da disfunção erétil é uma alteração na qualidade da ereção, tanto em termos de rigidez quanto na capacidade de manter uma ereção.

Se a impotência é causada por causas físicas, um dos principais indicadores da incapacidade de ter ou manter uma ereção ao acordar pela manhã.

Por outro lado, se origina de causas psicológicas, a impotência geralmente ocorre durante um período específico (enquanto durar a situação de estresse, por exemplo). Se persistir por mais de três meses, o paciente deve procurar um urologista especializado em impotência.

Prevenção

A principal medida que os homens devem levar em conta para evitar o aparecimento da disfunção erétil é a modificação do estilo de vida para evitar qualquer hábito que tenha um impacto negativo nas artérias e veias, como tabagismo, consumo de álcool e gordura saturada, vida sedentária e estresse.

Tipos

Atualmente, alguns especialistas estabelecem a seguinte classificação para distinguir os diferentes tipos de impotência:

  • Leve.
  • Moderado.
  • Sepultura.

Dicas para homens

Em vez de cair em desânimo, a pessoa diagnosticada com impotência ou disfunção erétil deve tomar medidas pessoais para ajudar a superar essa condição com sucesso:

  • Prepare-se psicologicamente e mentalize que a partir desse momento você deixará de ser impotente.
  • Converse com seu parceiro sobre problemas emocionais.
  • Fique em boas condições físicas e com peso normal.
  • Certifique-se de que a impotência não é uma consequência de uma doença: diabetes, esclerose múltipla ou aterosclerose.
  • Não beba álcool ou use tabaco, pílulas para dormir, tranquilizantes, analgésicos, etc.
  • Tente o coito mesmo que o pênis não esteja ereto (o coito é o estimulante sexual mais poderoso).
  • Faça um teste com algum dispositivo mecânico estimulante.
  • Bomba peniana para evitar impotência e ejaculação precoce e outros fatores.
Mercado Digital

10 Plugins indispensáveis para fazer o seu blog chegar ao sucesso

Descubra os 10 plugins que farão diferença nos resultados do seu blog

Os plug-ins são ferramentas complementares e indispensáveis em qualquer blog que se preze atualmente.

A plataforma de CMS mais usada hoje é a WordPress, e não é difícil encontrar blogueiros que afirmem serem a grande gama de plug-ins que podem inseridos na plataforma que a tornam o sucesso que ela é hoje.

Hoje existem milhares de plug-ins, o que torna o trabalho de escolher quais usar em seu blog bem complicado. Por isso, separamos aqui dez plug-ins simplesmente indispensáveis para seu blog.

1º Yoast SEO

Mencionado em pelo menos 99% das listas de plug-ins para WordPress, o Yoast SEO serve para analisar cada post do blog de modo separado, possibilitando ainda a personalizar as configurações e otimizar cada post no momento da publicação.

2º Jetpack

Este plug-in fornece ao usuário estatísticas importantes que o ajudam a nortear suas ações, como campanhas e temas para as suas próximas publicações. Ele tem outras funções como o monitoramento e proteção do blog, formulário de contato, otimização de imagens, entre outros. Além disso, outra vantagem desse plug-in é ser gratuito, assim como o Yoast SEO.

3º WP Super Cache

Esse plug-in consegue guardar um cache das páginas visitadas do seu blog, tornando o carregamento delas mais rápido sempre que a página em questão for visitada.

E essa velocidade de carregamento funciona tanto para você que é dono do blog, como para as pessoas que o visitam. Ou seja, a velocidade de carregamento aumenta em uma via de mão dupla. O WP Super Chace demanda umas configurações quando instalado, mas não é nada complicado ou demorado de se fazer.

4º Google Analytics by Yoast

Um ótimo plug-in de integração entre o seu blog e o Google Analytics.

5º Contact Forms

Esse plug-in permite criar diversos tipos de formulários e inserir eles em qualquer página do seu blog ou site. Depois de criado o formulário, só será necessário inserir o shortcode na página em que o formulário foi colocado.

6º Akismet

Para se ter uma ideia de quanto ele é indispensável para um blog ou site, o Akismet já vem instalado junto com o WordPress. Ele pode estar ativo ou inativo, mas é sempre bom manter ele ativado.

Esse plug-in usa um banco de dados capaz de mapear certos padrões de comentários spammers. O Akismet consegue levar em conta fatores como IP’s, a origem e a velocidade do acesso que fez o comentário, possibilitando a ele identificar e remover esses comentários de modo automático.

Isso é indispensável, pois você não quer correr o risco de que os comentários com dúvidas sinceras ou sugestões de sua verdadeira audiência se percam em meio a uma infinidade de comentários feitos por robôs que em nada acrescentam, não é verdade?

7º Facebook Coments

O Facebook Coments permite que se faça uma integração entre os comentários feitos na rede social com o blog e vice-versa. E isso ajuda pra caramba na hora de utilizar a rede social para estimular a movimentação e interação do público com as postagens do blog.

8º Edit Flow

Este plug-in facilita a criação de calendários editoriais. Esses calendários são muito importantes para o agendamento e publicação dos artigos.

9º Ithemes Security

O Ithemes Security funciona de modo a dar mais segurança ao seu blog contra ataques cibernéticos. Ele faz backups para o seu blog, protegendo também suas áreas de login e base de dados, fora mais algumas funções.

10º WP Optimize

Esse plug-in é ideal para que você mantenha a base de dados do seu blog sempre limpa e otimizada. Ele consegue remover as revisões de artigos, comentários spams, comentários não aprovados e outros dados que poluem sua base.

E essa foi nossa lista com dez plug-ins indispensáveis. Se você está procurando temas WordPress recomendados, clique aqui.

Muitos outros poderiam ser adicionados, mas estes já farão grande diferença nas suas páginas e resultados.